terça-feira, 19 de março de 2019

Procura o AMOR na Bíblia

Todos sabemos a dificuldade que existe em transmitir e trabalhar com os nossos alunos os textos bíblicos que estão no manual. Seguindo a linha das aulas anteriores criei um jogo de tabuleiro bondem os alunos têm que procurar citações sobre amor e respeito numa relação amorosa ao mesmo tempo que cumprem tarefas, como por exemplo ilustrar a citação bíblica ou enviar um sms com a citação.

Escusado será dizer que o jogo foi um sucesso. No fim da aula cada equipa partilhou qual a citação que mais tinha gostado e foi muito giro ouvi-los falar com gosto de textos bíblicos.


Nota: Eu levei de casa 2 bíblias e pedi aos alunos que trouxessem as suas. fiz equipas de 3 alunos e por cada tabuleiro jogavam duas equipas.



segunda-feira, 11 de março de 2019

Jogo dos "Deveres da criança"

Gosto muito deste tipo de aulas, ensinar através de jogos.
E eles gostam de aprender a jogar.

Continuando no tema "Ser Criança" fiz um um tabuleiro de jogo sobre os deveres da criança, um género de jogo da glória. Dividi os alunos por grupos (nas turmas que tinha alunos de anos letivos diferentes tentei que os grupos tivessem variedade de idades), entreguei um tabuleiro, as regras e o registo das regras. As equipas no final do jogo deveria entregar o registo dos direitos todo preenchido, tendo que retira-los do tabuleiro, alterando os que estão na negativa para a positiva.

Tenho a dizer que cheguei a conclusões muito importantes depois de ter aplicado este jogo. A maioria dos alunos tem dificuldades em compreender e cumprir regras,  em contar as casas do jogo. 






terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

SCRABBLE (doméstico) e o planeamento familiar

Entrar na sala de aula, mesas arrumadinhas em "autocarro", um quadro, cadernos, manuais e um professor a ensinar matéria. Uma combinação que existe desde 1$%&, em 20%& somamos à equação um video projetor ou quadro interativo. 
Como professores, é importante colocarmos os alunos a participarem mais das aulas, a interagir entre si e com o professor. 

Na aula de hoje do 8º ano, para falarmos das problemáticas da sexualidade e de planeamento familiar, fizemos um jogo. Um género de SCRABBLE doméstico e mais prático.

Podia ter lido o manual, podia ter mostrado um dos milhentos videos do youtube sobre este assunto, ou um preza, ou um powerpoint, mas não, juntei-os por grupos e construíram palavras sobre as temáticas propostas, o assunto já não era novo. Há coisa de mês a enfermeira tinha estado na escola a falar sobre este tema, o professor de ciências já tinha dado a matéria também, portanto o meu trabalho estava de certa forma facilitado quanto aos conteúdos. Depois das palavras escritas, foram passadas para o quadro e lançamo-nos ao debate, com a sala em U, eu sentei-me no meio deles, espicacei. Trabalhámos as temáticas, eles partilharam assuntos que não partilham com ninguém, rimos, discutimos. 
E no fim saímos (eles e eu) felizes porque a aula tinha mesmo sido diferente.

NOTA: Usei duas aulas, uma para o jogo e uma segunda aula onde fizemos o debate baseados nas palavras resultantes do jogo.



"SCRABBLE doméstico"


1. Os alunos são divididos por grupos de 4 a 6 elementos;
2. A cada grupo é entrega um enunciado do jogo e uma folha de pontos;
3. Os alunos têm construir palavras com as letras disponíveis e somar os pontos de cada palavra;
4. Montam a palavra, passam-na para o papel e com as mesmas letras podem construir infinitas palavras.
5. Ganha o grupo que mais pontos conseguir.

O professor deve trabalhar as respostas com todos os alunos ao mesmo tempo.

Dica: Eu imprimi as letras em cartolina A3, assim poderei usar noutras dinâmicas. E também lhes dei uma fotocopia das paginas do manual que falam de planeamento familiar (eles quase não têm manuais).






quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

MATERIAL de educação MORAL e religiosa católica

Como tenho saltado de escola em escola, todos os anos encontro realidades diferentes, dou aulas a ciclos diferentes e "sem continuidade nenhuma". Ora dou aulas ao secundário ora dou aulas ao 1º ciclo, uns anos tenho 9º outros não.... 
Infelizmente (ou felizmente|) a realidade nunca é a mesma!

Mas raras são as escolas onde os meus alunos (principalmente os do 1º ciclo) têm os materiais necessário, depois quando quero fazer uma atividade onde precisam de cortar papel ou pintar ou colar ou ... têm sempre as coisas na sala de EV, ou deixaram em casa ou no cacifo ou na mochila do amigo ou na casa do pai!!

Assim sendo decidi criar uma caixa de material minha, nesta caixa tenho desde tesouras, lápis de cera, lápis de cor e carvão, canetas de pintar, marcadores, cola, folhas coloridas, folhas brancas, um lencinho/venda, fita-cola, balões, etc... Tudo arrumadinho numa caixa de parafusos.




E como consegui eu estes materiais, se pensam que comprei estão muito enganados! Muitas das coisas foram em dadas pelos colegas de EV, ET, Artes, 1º ciclo, alguns pedi na secretaria da escola. Quanto à caixa, pronto essa comprei numa loja de chineses.





quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

O que é o AMOR? (ainda temos muito que trabalhar)


Este ano variei a atividade do dia dos namorados, em mês dos afetos decidi trabalhar o que é o amor. Depois de ter lido esta história, que é girissima, pedi que cada um deles respondesse à pergunta "O que é o amor?".

Tenho a dizer que fiquei bastante desiludida com o que encontrei escrito nos trabalhos da maioria dos meus alunos. Vou partilhar convosco algumas das repostas:

"O amor são os meus cinco gatos"
"O amor é a minha cadela"


"O amor é quando a minha mãe me oferece brinquedos"
"O amor é quando o meu pai me dá dinheiro"
"O amor é quando vou às compras com a minha mãe."
"O amor é ser o Flash."



Parece que os animais, o dinheiro e os super heróis ocuparam um lugar mais importante que a familia ou que os próprios sentimentos/atitudes associados ao amor. Quando lhes perguntei se não gostavam mais de brincar com os pais que receber presentes, responderam que os pais não brincavam com eles, não passavam tempo com eles. 
Ainda lhes consegui apelar aos sentimentos, quando falei sobre os irmãos mais novos, mas mesmo assim foi difícil.

*
 O que se passa nas "nossas" casas? 
Sai da escola a pensar no tempo passava eu com a minha filha. Tal como a maioria de vocês tenho as aulas das pontas, entro sempre às 08:30 e saiu sempre (ou quase sempre) às 17:30. A minha fica fica no infantário às 8:10 e se a avó não a consegue ir buscar antes, ela lá fica até às 18:00. Chego a casa cansada e entre as tarefas ordinárias do dia a dia e ela adormecer é pouco o tempo que tenho para lhe dedicar (claro está que nos fins de semana tento compensar, mas o vazio da semana fica sempre). Infelizmente não é só comigo que isto acontece, são muitos os lares. E toda esta ausência de tempo que as famílias têm, reflete-se no que os nossos alunos pensam sobre o amor. 
Como é lógico, haverá muitas mais desculpas para estas respostas, se calhar alguns de vós nem concordam com o que digo. 
Uma coisa é certa, isto é preocupante.

*
Mas....
Também existem aqueles que serão uns eternos apaixonados e que compreender o verdadeiro sentido do amor!!!!






quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Ser criança - Aula 3

Começamos por trabalhar exemplos de dignidade e de falta da mesma, falamos em dignidade na segunda aula, esta semana é tempo de falar sobre os direitos da criança. Começo a aula por apresentar os direitos humanos com um pequeno video e depois apresentei os direitos da criança. Para finalizar a aula cada aluno ilustrou um direito à escolha.





Boa aula


segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Pictonary (Edição Amor)

Começar a semana com amor não está nada mal. Para ajudar os alunos a distinguir o que é amor e o que é amizade, jogamos ao Pictonary - Edição Amor. 
Dividi os alunos em grupos de 6 e cada grupo tinha que ter 3 equipas de dois. 
Depois das equipas formadas foi só jogar. 

Os alunos usaram o telemóvel como cronometro.