segunda-feira, 19 de abril de 2021

Carta aos inquilinos

 Muito se pode falar sobre pedagogia e sobre a forma como ensinamos nas nossas escolas, ao olharmos para a nossa sala de aula comum pouca difrença encontramos das salas de aula há 30 anos atrás, o mesmo podemos dizer da forma como ensinamos ou avaliamos. Porque quero e gosto de marcar a diferença hoje partilho convosco mais um jogo. O jogo é uma óptima ferramenta de aprendizagem e tem um contributo importantíssimo no desenvolvimento da criança/adolescente.

O jogo de hoje é uma adaptação da Carta do planeta Terra aos seus inquilinos, que se encontra no manual do 8º ano. O jogo está feito para ser impresso em A3 e os alunos devem escrever nele e depois até podemos usar como elemento de avaliação ou as respostas podem ser trabalhadas nas aulas seguintes. Joga-se sem dado e os participantes devem passar por todas as casas.

Jogo pdf

sexta-feira, 16 de abril de 2021

AMOR - a pesquisa

 Já referi aqui que prefiro dar a unidade letiva 1 - O amor, do 8ºano, lá para meio do ano, isto porque considero que é necessário algum à vontade com os alunos para se tratar este tema. Como sou contratada e todos os anos ando por uma escola diferente, acabo sempre a lecionar o Amor lá para meio do 2º período. Começo esta unidade com a elaboração de uma ficha de pesquisa individual ou em grupo, isto porque nem todos os alunos têm dados moveis ou o wifi da escola e há a necessidade de se juntarem. 







terça-feira, 13 de abril de 2021

Ajudá-los a aprender | Fraternidade

 Faz tanto tempo que não escrevo que parece que já perdi o jeito!!!

De regresso ás aulas, finalmente, admito que estava muito cansada de tanto ecrã, por isso, a primeira semana foi exclusivamente para "brincar e jogar". 

Esta semana já começamos a trabalhar a sério (ou a brincar). E tenho que admitir que ultimamente prefiro falar a mostrar PowerPoints e filmes, prefiro por os alunos a jogar em vez de lerem o livro, prefiro ajuda-los a aprender em vez de lhes ensinar!!!

A 1º aula sobre a Fraternidade foi exatamente assim, ajudar os meus alunos a aprender, entre o manual e o telemóvel e com o auxilio de uma ficha de pesquisa lá se aprendeu o que era fraternidade.



Ficha de Pesquisa - pdf

quinta-feira, 1 de outubro de 2020

De volta à escola!

 Para todos os que regressam "Bom ano"!!!

Espera-nos um ano conturbado, não sabemos bem ao que vamos, mas uma coisa é certa, os nossos alunos precisam mais do que nunca de nós.

Este ano será, para a nossa disciplina, "a prova dos 7".  Desapareceram muitas horas, professores ficaram por colocar, não podemos fazer visitas de estudo, teremos muitas das nossas atividades "bloqueadas", logo as nossas aulas vão ter que ser ainda mais criativas. Teremos que nos reinventar, dar mais e melhores (ou seja aos nossos alunos).

Eu só vou começar em dezembro, estou de licença de maternidade, mas mesmo assim tenho pensado bastante nas aulas, neste recomeço, que está a custar a todos, mas que ao mesmo tempo sabe tão bem! Imagino que muitos miúdos estejam fragelizados com a quarentena, com situações familiares, em fim, com toda a conjuntura mundial. Por isso deixo aqui uma sugestão para as primeiras aulas do 1º e 2º ciclo.

As pulseiras positivas!!!! (A ideia não é minha, tirei do conceito de "Educação Positiva", mas adaptei-a às nossas aulas)

Pulseiras - PDF

Sugestão: podem imprimir em folhas de cor, ou podem imprimir em papel branco e os alunos pintam como quiserem.

Quero ver fotos dessas pulseiras nos braços dos nossos alunos ;)


in Pinterest



quarta-feira, 8 de julho de 2020

Desabafo de uma professora de EMRC


Daqueles momentos em que percebes o drama das matrículas no teu agrupamento e te apetece desistir de tudo!!! 
Caros colegas, a nossa disciplina depende de muita coisa, mas depende, acima de tudo, de nós professores. Sinto uma profunda tristeza quando os alunos me dizem que não escolheram EMRC por não saberem com que professor ficam no próximo ano, quando oiço pais (alguns nossos colegas) que não inscrevem os filhos porque o filho com o professor X teve negativa porque não apresentou caderno nem manual, entre um sem fim de queixas. É triste, tenho vontade de desistir de tudo e arranjar outra profissão, ontem saíram as listas, alguns de nós (pelo menos uns 200) não sabemos o nosso futuro, não sabemos qual será o próximo agrupamento, quantas horas vamos ter, se ficaremos longe ou perto. O fim deste ano letivo e o próximo serão dos mais desafiantes para a disciplina. Este ano, nenhum de nós esteve na escola a fazer campanha de matrículas, tivemos uma plataforma que nos “cortou os pés”, temos que nos debater com emails para diretores de turma e professores titulares, chamadas para os pais, quase que a modos de pedinchar pão para comer... No próximo ano muitos horários vão desaparecer como que por magia, não sabemos qt tempo estaremos nas escolas porque certamente iremos algumas vezes para casa por surtos covid, não vamos poder fazer visitas de estudo (aquelas que em muitos agrupamentos são a bandeira da disciplina), entre outras atividades que fazemos com os nossos alunos. 
Chegou o momento de sermos firmes na nossa missão, mas de como tantas vezes disse, sermos os melhores, temos que ser todos os melhores, porque a nossa disciplina é uma opção, porque todos nós gostamos de escolher o melhor, porque gostamos de estar com quem gosta de nós e nos trata bem. Este ano, mais do que nunca, teremos que mostrar o valor das nossas aulas e não do nosso programa de viagens, teremos que fazer valer as nossas ações de caridade porque haverá muita fome e abandono nas casas dos nossos meninos, muito desespero por situações de desemprego, essa será a nossa missão este ano. 
E as matrículas meus colegas, por mais propaganda que se faça, por mais apelos que os nossos bispos façam, por mais programas de televisão que apareçam sobre a disciplina... se cada um de nós fizer mal o nosso trabalho, isso irá refletir-se no trabalho de muitos!!!! 
Como dizia uma colega no outro dia, o facto de eu estar efetiva não quer dizer nada...

Bem haja...

quinta-feira, 28 de maio de 2020

Aulas síncronas - EMRC

           Bom dia, ontem, no grupo do facebook: Docentes de EMRC, lancei a questão "Como estão a correr as vossas aulas síncronas?". As respostas foram muitas e variadas. Neste artigo vou dar apenas a minha opinião e partilhar a minha experiência. 

          A semana passada, já um pouco cansada e com uma crise de criatividade, decidi marcar aulas síncronas (no agrupamento a que pertenço, temos liberdade para dar aulas síncronas ou assíncronas), admito que já tinha saudades dos meus alunos, até da parte de os mandar calar. 
Em primeiro, fiz uma sondagem com os miúdos, para saber se estavam interessados nas aulas síncronas, claro que 90% respondeu que "sim, quero".
Em segundo, gerir toda a logística familiar, horas a que podiam ser as aulas para não coincidir com as aulas do outro professor que vive cá em casa (a internet não permite 2 aulas ao mesmo tempo), a que dias a minha filha ia à cresce, isto só é possível porque ela vai à cresce nos dias das aulas síncronas.
Em terceiro, gerir a minha logística com a dos alunos, se tinham aulas ou não... 
Mas como tenho aprendido com a vida, Deus tudo providencia e lá consegui organizar tudo para o grande arranque das aulas síncronas de EMRC.

        Agora a minha experiência, é certo que nem todos os alunos  estiveram presentes, é certo que nem todos participam, é certo que não os tenho dentro da sala, que não me cruzo com eles nos corredores, nem jogamos pingpong no intervalo ou me sento a almoçar com eles na cantina ou no bar. Estamos mais distantes sim, mas não estamos todos distantes de todos nesta época??? Não vejo colegas, familiares e amigos à meses, não vou à minha paróquia à meses entre muitas outras coisas, todos deixamos de ter a nossa vida no registo, que conhecíamos como, normal. Por isso, no meu ponto de vista, estamos muito próximo ao dar-mos uma aula síncrona, estamos presentes na casa deles. É esta a proximidade que temos neste momento, digo-vos, se soubesse que eles iam gostar tanto, já tinha começado à mais tempo. Tenho pena de não os poder ver a todos, os mais pequenos não têm autorização para ligar a câmara, apenas oiço a voz. 
Tive alguns problemas com a transmissão, nas primeiras aulas não consegui colocar som na minha apresentação, tinha a aula programada a partir da visualização de um pequeno video, mas o meu pc não transmitiu o som da apresentação, também usei algum tempo para conversar com eles, saber como estão, ver as tarefas que têm em atraso, etc...

          Não tenho aulas no 1º ciclo, devo admitir, que neste tema, tem sido uma grande dor de cabeça, é difícil chegar aos alunos, muitos não fazem os trabalhos, não existe o classroom e por isso cada professor tem o seu método para chegar aos alunos e eu lá me tenho que adaptar a cada turma de uma maneira diferente. Penso que talvez porque esta é primeira vez que estes alunos têm EMRC, a disciplina não é levada a sério pelos encarregados de educação e alunos.

Balanço geral: Positivo
Continuação: A pedido dos meus alunos, SIM
Como: Todas as semanas, vou colocar uma nova tarefa com a hora e a data. Dependendo da planificação que tenho para a aula irei colocar um documento/video para eles lerem ou verem antes/depois da aula síncrona. Penso também depois deixar uma tarefa que não leve mais de 10 min a ser feita, tal como um quizz ou um breve comentário.





sexta-feira, 15 de maio de 2020

#estudoemcasa aula 5

Boas colegas, espero que esta quarentena esteja a ser muito produtiva a nível de trabalho.
Quanto a mim, tenho andado com um bloqueio criativo, criar coisas novas todas as semanas e que ao mesmo tempo sejam diferentes não é tarefa fácil. Depois tenho que admitir que estou com muitas saudades da sala de aula, dos meus alunos, do corre corre de escola em escola, de rir com os miúdos, de conversar com os colegas e funcionários. Por fim, admito que certos temas presentes nos manuais/programa são muito complicados de se tratarem por esta via (cibernética), principalmente o de cariz mais catequético. 

Aqui vos deixo o meu contributo para a semana (2ª carrego a aula do 1º ciclo)

5º ano - Filme Wonder
6º ano - Causas da Fome
8º ano - Ser ecológico
9º ano - Acreditar

Informo que por saudades de ambas as partes na próxima semana os 6º, 7º, 8º e 9º terão aula síncrona, ou seja, não vai haver tarefa para esses anos.